quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Artigo com parte dos resultados da dissertação de mestrado publicado na revista Reciis. Saiba mais!

O artigo intitulado "Mapeamento das práticas comunicacionais radiofônicas como terapia psicossocial nos serviços de saúde mental no Brasil" foi publicado em 2013 na revista Eletrônica de Comunicação Informação & Inovação em Saúde RECIIS. O texto trata de minha pesquisa de mestrado sobre rádio como estratégia de terapia psicossocial em saúde mental. Este trabalho foi apresentado no congresso ALAIC da Asociación Latinoamericana de Investigadores de la Comunicación em 2012. 



Resumo 
Partindo do pressuposto de que as experiências com a utilização de oficinas de rádio como terapia psicossocial a usuários de saúde mental propiciam novos modos de cuidado em saúde mental na perspectiva das estratégias contemporâneas antimanicomiais, este trabalho teve como objetivo fazer um mapeamento dessas experiências desenvolvidas nos serviços de saúde mental no Brasil, identificando onde elas ocorrem, quais atores envolvidos e que tipo de procedimentos pedagógicos são utilizados nestes processos. O mapeamento concentrou-se nas experiências de terapias comunicacionais realizadas através de rádio (em ondas eletromagnéticas, oficinas em estúdio em circuito interno e webrádio).



Baixe e leia na íntegra AQUI