terça-feira, 3 de maio de 2016

Resenha sobre Sibilante e zines da IV Sacerdotisa no portal Minas Nerds por Laura Athayde!




Para mim é sempre uma alegria receber uma resenha sobre minhas publicações. Ainda que possamos receber alguma crítica, o que mais me deixa lisonjeada é saber que em meio a tantas informações no mundo de hoje, uma pessoa dedicou um pouco do seu tempo para ler algo que eu criei, isso para mim já é uma honra. Laura Athayde é uma artista, quadrinhista, ilustradora, eu acompanho as criações dela pela internet e admiro muito. Hoje ela me marcou neste texto publicado no site especializado em cultura pop, literatura, arte e quadrinhos Minas Nerds e compartilho com vocês alguns trechos e prints deste texto cheio de sensibilidade e cuidado na leitura do material que enviei para ela <3 
"Há algumas semanas, recebi um pacotinho lindo que veio da Bahia. A remetente era Danielle Barros, e o conteúdo eram seis zines – alguns de quadrinhos, alguns educativos, outros de poesia e até um de colorir! (...) o primeiro zine que abri foi o Sibilante vol. 2. Na contracapa, Danielle nos apresenta o conceito de grimoirezine: a palavra vem de grimoire , que é um diário de magia, e ela associou o conceito original à narrativa sequencial como forma de explorar ainda mais as possibilidades de comunicação e auto-aprendizado."
Na foto, detalhe  para revista Sibilante na página em que ela adentra a Aurora Pós-Humana, universo ficcional criado pelo Ciberpajé Edgar Franco
"O tema do zine é o Sagrado Feminino – Danielle, inclusive, assina grande parte das suas obras como IV Sacerdotisa. Admito que, a princípio, achei que ia ficar perdidona, já que não manjo nada de magia ou de qualquer assunto que não seja bem mundano (nem mesmo de signos eu entendo). Contudo, tive uma grata surpresa ao ir lendo e me identificando com as reflexões de Danielle sobre auto conhecimento e auto aceitação, amor próprio, saudade, pensamentos destrutivos e a aceitação a tristeza como parte da gente. A linguagem é poética, mas acessível, e os temas abordados são familiares a todos nós. A arte, por si só, também é muito interessante: às vezes em forma de HQ, às vezes como ilustração, traz referências indígenas, mandalas e cenários que se alternam da natureza à ficção científica. O estilo da autora e algumas das suas composições de cena envolvendo lobos, a lua e penas, me remeteram àquelas tatuagens tradicionais de inspiração nativo-americana."
Na foto a página do zine de ilustrações da IV Sacerdotisa
(...) "Outra publicação do kit que me chamou a atenção foi o BiociênSaúde. A autora empregou a sua formação em Biologia e mestrado em Ciências pra dar uma oficina de criação de fanzines no curso de graduação em Ciências Biológicas da Universidade do Estado da Bahia. O resultado foi esse zininho que aborda, com humor e linguagem descomplicada, uma série de temas relacionados à Biologia e à saúde. E ISSO É LINDO, MINHA GENTE! Afinal, uma das coisas que eu mais amo no quadrinho é essa possibilidade de abordar temas sérios de forma leve e sutil, passando informações importantes sem aquele ar acadêmico ou didático que repele as pessoas. (...) "

Aqui destaquei alguns trechinhos, mas vale a leitura do texto completo!

Destaque na foto para o zine BiocienSaúde criado junto com estudantes de graduação em Ciências Biológicas da UNEB Campus X
Agradeço muito a leitura sensível da Laura!
ACESSE: Resenha escrita por Lauta Athayde postada no site Minas Nerds, leia o texto na íntegra AQUI